Sábado, 17.Nov.2018



Por Éuder Costa

Duas universidade sergipanas aparecem no Ranking de Universidades Empreendedoras

A UFS ficou em 29º e a UNIT em 36º


20/11/2017 21:52 - Atualizado em 21/11/2017 07:49
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

A Confederação Brasileira de Empresas Juniores, Brasil Júnior, lançou a segunda edição do Índice das Universidades Empreendedoras. O estudo traz o ranking das universidades mais empreendedoras do país e busca compreender quais práticas incentivam a inovação nas instituições de ensino superior. Considerada a maior pesquisa sobre a Educação Empreendedora na Universidade realizada no Brasil em 2017, ouviu, ao longo do ano, mais de 10.000 estudantes e coletou informações e dados de mais de 50 Universidades.

Pelo segundo ano consecutivo, a Universidade de São Paulo (USP) é a instituição de ensino superior mais empreendedora do Brasil. Ela foi a que se saiu melhor nos indicadores da pesquisa: Infraestrutura, Internacionalização, Capital Financeiro, Cultura Empreendedora, Inovação e Extensão. É seguida pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Além de medir a Cultura do Empreendedorismo, o índice avaliou a opinião dos estudantes quanto à diversidade de alunos, metodologias de ensino e motivações que os faziam entrar e continuar nas universidades. Os dados levantados questionam outros aspectos da vida acadêmica e se mostram alarmantes. Dos alunos participantes, 30% declararam que nunca participaram de projetos que vão além da sala de aula e mais de 50% discordam que a grade curricular o auxilia a desenvolver competências empreendedoras.

Para Jardel Nascimento, Presidente da Federação Sergipana de Empresas Juniores, a pesquisa traz indicadores importantes para a melhoria do ensino superior no Brasil. “É importante ressaltar que essa pesquisa nos apresenta pontos de melhoria para aproximar a Universidade e o mercado. Ainda temos um longo caminho para melhorar a educação em nosso país, e acredito que esses indicadores serão essenciais para traçar as estratégias necessárias para o início de um ciclo mais empreendedor nas universidades brasileiras”.

O estudante Euder Costa, embaixador do Ranking de Universidade Empreendedoras na UFS, acredita que a avaliação “é muito importante para conhecermos a fundo à Universidade e toda a percepção que os alunos têm dela”.

 A Universidade Federal de Sergipe no Ranking

A Universidade Federal de Sergipe ficou na 29ª posição do ranking, sendo a 6ª mais empreendedora do Nordeste e a mais Empreendedora de Sergipe. Para Euder Costa, “a UFS vem evoluindo bastante no sentido de desenvolver um ecossistema de empreendedorismo, mas ainda existem diversas barreiras que devem ser ultrapassadas”.

A UFS foi ainda destaque em um dos Cases, com o Case de Extensão “Rodadas de Negócios entre Empresas Juniores e Prefeituras” que visa aproximar a Universidade das Prefeituras com o intuito de trazer ainda mais desenvolvimento para as cidades.

O Coordenador do Núcleo de Empreendedorismo da UFS, Augusto César, recebeu a notícia com bastante entusiasmo, “essa é a primeira vez que a Universidade Federal de Sergipe aparece no ranking e já aparecemos em 6º lugar do Nordeste”, ele ressaltou a importância do Núcleo de Empreendedorismo nesse processo “através do Programa de Educação Empreendedora da UFS, uma parceria com o SEBRAE, o Núcleo veio para ajudar a difundir ainda mais o Empreendedorismo dentro da Universidade, esperamos que com o passar dos anos cheguemos a se tornar referência em Empreendedorismo no Nordeste”.

 A UNIT no Ranking

A Universidade Tiradentes ficou na 36ª posição do ranking, sendo a 9ª mais empreendedora do Nordeste e a 2ª mais Empreendedora de Sergipe. A UNIT foi ainda destaque em 2 indicadores, sendo eles o indicador de Infraestrutura, onde ela aparece em 3º lugar dentre todo o país, e o indicador de Cultura Empreendedora, na qual aparece em 9º lugar.

 

A pesquisa completa está disponível para acesso online aqui.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir