Quarta, 17.Otu.2018



Por Welder Ban

SOCORRO: Padre Inaldo gasta mais de 90 mil com secretaria que opera no modo fantasma


10/01/2018 07:58
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

FANTASMA?

O leitor pode fazer um teste: acesse o site da prefeitura de Socorro e no link estrutura procure por secretaria de assuntos parlamentares. Para espanto geral, não há nenhuma informação a respeito desta secretaria: telefone, endereço, nome do secretário e quais funções desta pasta que acarreta aos cofres públicos mais de 90 mil reais.

VESTÍGIOS!

Este jornalista fez uma busca na cidade e não encontrou vestígios dessa secretaria municipal. Ao verificar dados do Portal da Transparência, pode-se conseguir informações de todos os servidores, inclusive do secretário e do seu adjunto. Há indícios somente de que ela opera no modo fantasma.

SECRETÁRIO

O secretário municipal, o senhor Marcelo Silva de Andrade tem renumeração bruta de uma bagatela de 11 mil reais. Ao tentar contato com alguns interlocutores, este colunista descobriu que Marcelo vive atuando somente nas adjacências da Câmara de Vereadores da cidade.

SERVIDORES

A pasta abriga mais de 45 servidores com renumerações altíssimas de 6 mil e 4 mil reais distribuídos só em cargos de diretor e coordenador. O senhor Antônio Nonato Nascimento, secretário adjunto, tem renumeração bruta de R$ 2.500,00 e dá uma diferenciação salarial enorme do titular da pasta.

CRISE!

Quando se fala em crise, automaticamente a palavra de ordem é economizar. No entanto, não há o que se falar em economia de gastos públicos quando se tem um investimento alto em uma secretaria de pouca utilidade.

MINISTÉRIO PÚBLICO

As informações serão também encaminhadas ao promotor de justiça, Dr. Julival Pires Rebouças, para que se faça uma investigação na gestão municipal, com o intuito de verificar possíveis irregularidades na aplicação do dinheiro público, no que tange o princípio da proporcionalidade. O fato é que o valor gasto na secretaria é desproporcional aos serviços prestados. Se é que tem serviços prestados.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura!


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir