Quinta, 21.Jun.2018



Por Adiberto de Souza

Vigarice eleitoral

É forte o movimento de vários setores da sociedade contra...


14/05/2018 09:14
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

É forte o movimento de vários setores da sociedade contra os ladrões de consciência, aqueles políticos que enxergam o eleitor como gado preso no curral e pronto para ser vendido. Apesar dessa vigilância cidadã, o fator econômico deve preponderar, mais uma vez, na definição eleitoral deste ano, pois política no Brasil virou meio de vida de gente desonesta. Se realmente deseja passar o país a limpo, a sociedade precisa votar em candidatos fichas-limpas e propostas viáveis, além de denunciar os abusos e crimes eleitorais. É papel de todo cidadão ajudar a inibir as ações dos maus políticos, que pensam ser a eleição um trampolim para o enriquecimento ilícito. É primordial denunciar os vigaristas eleitorais e, principalmente, não entrar no jogo deles, pois quem vende o voto perde a cidadania.

Na terrinha

Quem está em Aracaju é o presidenciável Guilherme Boulos (PSOL). Veio conversar com o pré-candidato a governador pelo partido, Márcio Souza, sobre as chances de ambos no pleito de outubro. De olho numa cadeira no Senado, Jossimário Mick acha que só o PSOL tem condições de “romper com esse ciclo vicioso de poder, que se altera em Sergipe”. Homem, será?

Som alto

As pessoas que costumam promover eventos em residências com uso de som, devem ficar atentas à legislação. Segundo a Prefeitura de Aracaju, para evitar problemas é preciso ter uma Autorização Ambiental e respeitar o limite de emissão de sons. De 7h às 22h, o limite permitido é de 60 decibéis. De 22h às 7h, o som não pode ultrapassar os 50 decibéis. Do contrário, o equipamento pode ser apreendido pela Polícia Ambiental. Aff, Maria!

Quer espaço

Após ter sido defenestrado da Secretaria da Saúde, Almeida Lima quer ir à Assembleia e à Câmara de Aracaju para dizer que foi vítima de uma farsa. O ex-secretário garante que a acusação de ter humilhado uma paciente com câncer não passou de uma armação para desestabilizá-lo. Em ofício às duas casas parlamentares, Almeidinha diz que aceita convite ou convocação. Então, tá!

Nas ondas do rádio

E quem estreia programa hoje na Rádio CBN de Aracaju é o colunista Dênison Ventura. Diariamente, das 14h às 26h, ele fará entrevistas, abordando temas diversos, inclusive com a participação dos ouvintes por telefone. Boa sorte, amigo!

Carestia condenada

O presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, anda preocupado com a carestia que assola o país. Ele tem indagado a quem interessa um botijão de gás custar quase R$ 80 e o litro da gasolina se aproximar dos R$ 5. “Para quem ganha R$ 20 mil, esse custo não faz diferença. Mas para quem ganha apenas R$ 800, tirar 10% dessa renda para cozinhar é muito cruel”, diz o petista. É vero!

Me dá um dinheiro aí

A partir desta terça-feira, os pré-candidatos poderão iniciar a propaganda para financiamento coletivo de campanha, conhecido crowdfunding eleitoral. As empresas ou entidades com cadastro aprovado pela Justiça Eleitoral estão autorizadas a arrecadar recursos. Caso haja desistência do candidato, os valores recebidos devem ser devolvidos aos respectivos doadores. Fique ligado!

Peito de homem

Embora tenha direito a uma tecla na urna eletrônica, o voto branco não possui qualquer serventia. Considerado válido até a Constituição de 1988 era tido como um sufrágio de conformismo, pelo qual o eleitor se mostrava satisfeito com quem vencesse as eleições. Portanto, o hoje desnecessário voto branco deveria ser extinto simplesmente, cedendo seu lugar na urna eletrônica ao voto nulo. Este sim, uma importante ferramenta de protesto da sociedade, pois indica o percentual de insatisfação do eleitor.

Sugismundos

Comenta-se nas esquinas de Sergipe que a folha corrida de muitos pré-candidatos não suporta um rápido olhar jurídico. É só os processos começarem a ser esmiuçados pelo Tribunal Regional Eleitoral para a casa de muita gente cair. Tomara que isso aconteça, pois é preciso expurgar do processo eleitoral políticos fichas-sujas, que entraram na vida pública unicamente para se locupletarem. Homem, vôte!

Reunião governista

E o governador Belivaldo Chagas (PSD) vai reunir aliados políticos, particularmente os pré-candidatos a cargos eletivos. O encontro está marcado para hoje à noite e deve contar com a participação do ex-governador Jackson Barreto (MDB). O emedebista deseja que Belivaldo monte um conselho político para atuar durante a campanha eleitoral que se avizinha.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir