Segunda, 15.Jul.2019



Por Adiberto de Souza

Café frio e água quente

A cada dia que se aproxima o dia da renúncia...


23/03/2018 12:26 - Atualizado em 23/03/2018 12:27
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

A cada dia que se aproxima a data da renúncia, o governador Jackson Barreto (MDB) tem bebido mais café frio e água quente, principalmente quando o garçom é servidor público. O emedebista não é o primeiro a receber tal tratamento. Esta é a sina de quase todo governante em vias de virar ex. No caso de JB, a temperatura das bebidas tem sido regulada pelas queixas do funcionalismo, há anos sem saber o que é um reajuste e, na maioria, recebendo os salários atrasados. Caberá ao marketing do pré-candidato ao Senado aumentar o fogo do café e reduzir a temperatura da água durante a campanha eleitoral. Diante da grande rejeição popular ao governo que se finda, esta não será uma tarefa fácil para o marqueteiro, porem em se tratando de Jackson tudo é possível. Não duvidem se até as eleições os garçons, satisfeitos com seus discursos e promessas, lhes sirvam café quente, a ponto de queimar a língua, e água tão gelada de doer os dentes. Duvida?

Mudança na caserna

E o governador Jackson Barreto mexeu na cúpula da Polícia Militar. O coronel Paulo César Paiva é o novo subcomandante da PM, em substituição ao coronel Lucio Monteiro Vasconcelos. A consultoria técnico-administrativa da corporação também trocou de mãos: saiu a coronel Tereza Cristina Santos Souza e entra a coronel Rosa Maria Ribeiro de Figueiredo. Com as mudanças, vão para a reserva remunerada os coronéis Gravatá, Lúcio, Rita de Cássia, Romeu, Dielis, Valéria, Genival, Araci e Campos.

O rejeitado

O sujeito mais rejeitado deste mundo consegue ser menos impopular do que o ainda presidente Michel Temer (MDB). Quer um exemplo? O presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, alegou compromisso inadiável para não acompanhar o mordomo de filme de terror à visita que ele fará hoje ao município baiano de Xique-Xique. É bem capaz de até o prefeito arranjar uma desculpa para se ausentar da cidade. Homem, vôte!

Nada feito

O Pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe pisou na bola ao aposentar compulsoriamente o juiz José Anselmo Oliveira. Pelo menos foi o que concluiu o magistrado André Godinho, do Conselho Nacional de Justiça. Em decisão monocrática, ele cancelou a aposentadoria aplicada pelo TJ sob a alegação que Anselmo teria adotado conduta incompatível da magistratura.

Parceria

A Seja Digital, entidade responsável pelo processo de digitalização do sinal de TV, assina hoje termo de parceria com 17 prefeituras sergipanas. O objetivo é preparar os servidores para informar à população sobre o desligamento do sinal analógico de TV, que acontecerá no dia 30 de maio. O evento vai acontecer na sede da Prefeitura de Aracaju. Prestigie!

Topa a parada

Sabe quem quer governar Sergipe a partir de 2019? O prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR). Ele tem dito aos amigos que, se for o desejo da oposição, está disposto a enfrentar o pré-candidato a governador Belivaldo Chagas (MDB). Resta saber o que pensa disso o senador Eduardo Amorim (PSDB), aliado de Valmir e que vem construindo há muito tempo sua candidatura ao governo.

Saudade do palanque

E quem anda saudosa dos palanques é Susana Azevedo, conselheira do Tribunal de Contas de Sergipe. Na sessão de ontem, a ex-deputada sugeriu que o TCE entre na luta contra o anunciado fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen). Mais comedido, o presidente do Tribunal, Ulices Andrade, também ex-deputado, pediu calma à colega por considerar o assunto mais político do que administrativo. Marminino!

Efeito cascata

O anúncio do fechamento da Fafen faz como vítimas, além dos mais de 250 empregados, o governo de Sergipe e a Sergás. A estatal sergipana, que ganhou em disputas na Justiça uma série de ações contra a Petrobras para ser a fornecedora do gás para a Fafen, agora negociava um acordo final para o fornecimento de um milhão de metros cúbicos de gás/dia. Esta informação é do blog Primeira Mão.

De olho em Sukita

O Ministério Público Eleitoral está de olho no aniversário do ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita. Marcada para o próximo dia 1º, a festança promete ser das mais concorridas. Para evitar que o moço tire proveito político do evento, o MPE já informou que está de olho na propaganda eleitoral antecipada e no abuso de poder econômico. Crendeuspai!

É sem ser

Veja o que publica o jornalista Leandro Mazzini na coluna Esplanada: “Tudo sobre o nada de ontem no Supremo Tribunal Federal: Lula será um preso que não poderá ser preso até dizerem se pode ser preso!”.

Tapas e beijos

O governador Jackson Barreto (MDB) jura não ter qualquer problema com o senador Antônio Carlos Valadares (PSB), seu mais ferrenho adversário: “A gente já está ficando velho pra ficar brigando”. Já pensaram se JB e Vavá fossem dois jovens e arrojados políticos? Engalfinhavam-se aos tapas no meio da rua e não tinha quem os apartasse. Misericórdia!


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir