Terça, 16.Otu.2018



Por Adiberto de Souza

Vem aí o festival de promessas

Prepare os ouvidos, pois até as eleições de outubro...


21/05/2018 09:43
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

Prepare os ouvidos, pois até as eleições de outubro, os sergipanos vão assistir um verdadeiro festival de promessas vazias, feitas pelos candidatos aos diversos cargos eletivos. Além dos comícios, corpo a corpo e carros de propaganda, eles terão um bom tempo no rádio e na televisão para prometer o céu e a terra. Vão acabar com a violência, fome, desemprego, analfabetismo, congestionamentos, resolver o déficit habitacional, oferecer ônibus com ar refrigerado, salários justos aos servidores, etcétera e tal. Ao cidadão que deseja eleger representantes comprometidos com Sergipe, caberá identificar aqueles que apresentarão propostas concretas e ter consciência que a maioria dos candidatos vai aproveitar a campanha para, como diz o poeta Jessier Quirino, cerca-se de “meia dúzia de corrupto/ E acunhar na promessa/E a pisadinha é essa:/Três promessas por minuto”. Portanto, abra o olho!

Pé atrás

E o deputado federal Fábio Reis (MDB) pretende mesmo impedir que o PT ocupe duas vagas na chapa majoritária governista. Para tanto, sugeriu aos aliados que, em vez de Eliane Aquino (PT), o candidato a vice seja o empresário Marcos Franco (NDB). Cauteloso, Marco agradeceu a lembrança de seu nome, mas disse achar muito cedo para discutir este assunto. Então, tá!

Xô fichas sujas

Os pré-candidatos fichas sujas vão insistir até o fim para tentar provar que são honestos e que os processos contra eles não passam de intriga da oposição. Ao eleitor, resta acompanhar essas estripulias e punir nas urnas os mequetrefes que conseguirem se safar na justiça, não votando nestes vampiros do dinheiro público. Portanto, diga não aos fichas sujas, inclusive aqueles que ainda não foram condenados em última instância.

Tudo ou nada

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) já decidiu: só participa das eleições deste ano se for como candidato à reeleição: "Se precisar, volto para casa", disse ao jornal Folha de São Paulo. Vavá revelou que ele e o herdeiro Valadares Filho (PSB) vão "para uma disputa de vida ou morte" já que, se perderem, a família ficará sem representante no Congresso. Danou-se!

Boca de siri

É por demais estranho o silêncio da Petrobras sobre as constantes afirmações de que ela está de malas prontas para pinotar de Sergipe. A estatal se fundamentaria no fato de a produção sergipana de petróleo e gás representar menos de 2% de todo volume produzido nacionalmente. Como a Petrobras não publica uma vírgula sobre o assunto, deixa a entender que as suspeitas procedem. Misericórdia!

Dia de posses

O governador Belivaldo Chagas (PSD) empossa, nesta segunda-feira, dois novos auxiliares. Eugênio Dezen deixa a direção da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe para assumir a Sergás e em seu lugar será empossado José Matos Lima Filho. O evento está marcado para às 11h, no auditório da Codise. Prestigie!

Cuspindo bala

E o ex-secretário da Saúde, Almeida Lima (MDB), jura que o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) trabalhou nos bastidores para vê-lo exonerado. Entrevistado pelo portal F5nwes, Almeidinha disse que Gilmar queria usar eleitoralmente os hospitais públicos, furando a fila de pacientes para beneficiar eleitores. O ex-secretário também acusa o deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) de querer usar a Secretaria de Saúde “como trampolim para seus interesses eleitorais”. Homem, vôte!

Caso único

Sergipe é o único estado que ainda não recebeu do Supremo Tribunal Federal processos de políticos fichas sujas. Desde que o STF decidiu que o foro privilegiado só vale para crimes cometidos não só durante, mas também em razão do exercício do mandato, 30 ações penais, 72 inquéritos e três petições já foram remetidas às instâncias inferiores. Marminino!

Escravidão

Mais de 39% dos trabalhadores resgatados no Brasil de condições análogas à de escravo não tinham concluído o 5º ano do ensino fundamental, 32,8% eram analfabetos e 14,6% tinham do 6º ao 9º ano escolar incompletos. De acordo com a Comissão Pastoral da Terra, esse crime está tão enraizado no Brasil que o aumento da fiscalização levará também ao crescimento da descoberta de trabalhadores submetidos a situações degradantes. Cruz credo!

Grana na mão

A Assembleia Legislativa pagou, no último sábado (19), o salário deste mês aos servidores com contas no Banese. Os que recebem em outros bancos aguardam a compensação bancária. Enquanto isso, os servidores do estado ainda não sabem quando vão receber o salário do mês de maio. Que miserê!

Essa é do baú

Na segunda metade do século passado, o chinês Deng Fok Mau instalou em Aracaju a Lavanderia Chinesa, uma novidade para a época. Sujeito boa praça, o oriental logo ganhou o apelido de “seo João”. Foi o bastante para alguém tirar uma xinfra com a alcunha tão brasileira: “Aracaju é terra de muro baixo, onde pitomba é fruta, candeeiro dá choque e Deng Fok Mau é seo João”.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir