Segunda, 23.Otu.2017



“É uma completa falta de respeito”, diz presidente do Sindicato dos Enfermeiros sobre a situação da categoria em Aparecida

Categoria deliberou por paralisação por 24h.


02/10/2017 17:09
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese), Shirley Morales, participou do programa Jornal da Tarde da Educadora AM na última sexta-feira (29), e criticou a falta de diálogo da gestão municipal de Nossa Senhora Aparecida (SE) com as enfermeiras da cidade.

De acordo com Shirley, foram encaminhados ofícios a administração municipal desde 2016, mas até o momento sem resposta. “É uma completa falta de respeito, é a gestão como todo que não se prontifica a se reunir com o sindicato, não sei por que o medo de negociar com a categoria”, relata.

O sindicato diz que está há 10 anos sem recomposição salarial, perdas de gratificação incorporada ao salário base, e em decorrência disso, as enfermeiras servidoras de Nossa Senhora Aparecida, decidiram em assembleia realizada no último dia, 29, que haverá uma paralisação das atividades por 24 horas acompanhada de um ato público no dia 24 de outubro, em frente a Clínica de Saúde da Família na sede da cidade.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir