Segunda, 23.Otu.2017



Romaria: um ato de fé, um marco histórico em Nossa Senhora Aparecida

Milhares de fiéis participam da romaria na cidade sergipana.


13/10/2017 07:59 - Atualizado em 13/10/2017 08:55
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

A cidade de Nossa Senhora Aparecida, distante 96 km de Aracaju, realizou na quinta-feira, dia 12, a 14ª romaria. Este ano, as festividades comemoraram os 300 anos da "aparição" da imagem da padroeira do Brasil no rio Paraíba do Sul por três pescadores, e na cidade que leva o nome da santa mais de 100 mil fiéis caminharam 7km como demonstração de fé.

Romaria de Nossa Senhora Aparecida (Fotos: Ademarcos Dantas).

A festa da Padroeira é o momento no qual acontecem os mais importantes eventos da vida paroquial de Nossa Senhora Aparecida, cidade de cerca de 9.000 habitantes. A devoção à Padroeira e patrona do município tem como ápice a devoção e a fé que o povo demonstra durante o período festivo e na romaria em seu louvor. As demonstrações de amor ficam evidentes em todo o evento, desde o primeiro dia até o encerramento da festa em frente Igreja Matriz. A Missa de encerramento é o momento em que os fiéis assistem à homilia do sacerdote, que reforça a importância de Maria (Nossa Senhora da Conceição Aparecida) na obra salvífica de seu Filho, e faz relembrar toda a história da Santa, desde quando foi encontrada até os milagres que realiza.

Nesta quinta, a Rota do Sertão foi fechada pelos órgãos de trânsito às 5h da manhã e o trânsito foi desviado pela Rodovia Estadual Se-240, que não ainda não possui pavimentação asfáltica e passa por Cruz das Graças, seguindo pelo povoado Paturi até chegar na sede do município. Os órgãos de trânsito só liberaram a via às 13h após muitos veículos de transporte coletivo deixarem a cidade de Aparecida, os quais trouxeram a multidão presente no evento religioso.

A grande caminhada do Povoado Queimadas a Nossa Senhora Aparecida foi precedida por uma missa às 6h da manhã. Enquanto isso na matriz outras celebrações iam sendo realziadas para os devotos que cumpriram o percurso mais cedo ou para àqueles que por alguma dificuldade não enfrentam à Romaria. Às 10h haverá a Missa Solene celebrada por Pe. Douglas encerrou a programação matinal. O pároco completou um ano à frente da paróquia e inaugurou a Praça Pe. Manoel Araújo, em frente à igreja matriz para a realização do grande evento.

Às 16h ocorreu a procissão com a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Em seguida Missa de Encerramento celebrada por Dom Frei João José Costa, Ocarm, Arcebispo Metropolitano de Aracaju. Na celebração o Bispo destacou a força do evento e disse que breve poderá ver um grande santuário na pequena cidade sergipana.

 A data comemorativa a Nossa Senhora Aparecida (aniversário do aparecimento da imagem no Rio) foi fixada pela Santa Sé em 1954, como sendo 12 de outubro, embora as informações sobre tal data sejam controversas Destaque-se que a primeira edição da Romaria de Nossa Senhora Aparecida-Sergipe foi criada e organizada pelo Pe. Jadilson Andrade, em 12 de outubro de 2004, ano em que o Papa João Paulo II decretou indulgência plenária (perdão dos pecados) a todas as paróquias e santuários dedicados a Nossa Senhora Aparecida. Devido a esse decreto aproximadamente 6.000 pessoas procuraram a cidade do interior sergipano como centro de indulgência.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir