Segunda, 23.Jul.2018



PRF inicia a Operação Integrada 'Rodovida 2017/2018'

Operação será realizada até 18 de fevereiro de 2018.


24/12/2017 18:55
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

A PRF iniciará na sexta-feira, 22, a ''Operação Integrada Rodovida 2017/2018'', que terá como meta prioritária reduzir o número de mortos e de feridos em decorrência de acidentes de trânsito. A operação faz parte do Programa da Organização das Nações Unidas – ONU, Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020 e será realizada até 18 de fevereiro de 2018.

O objetivo é diminuir a violência e os custos sociais em decorrência dos acidentes de trânsito. Estima-se que, por ano, a União gaste em torno de R$ 40 bi com esses acidentes. Para isso, a PRF e demais órgãos de trânsito estaduais e municipais realizarão fiscalizações integradas, além de comandos com temáticas diversificadas focadas nos principais fatores de risco: excesso de velocidade, ultrapassagem indevida, embriaguez ao volante, uso do cinto de segurança, transporte seguro de crianças, uso do capacete e uso do telefone celular. O período escolhido para a realização da operação é caracterizado pelo aumento do fluxo de veículos e de passageiros nas rodovias, em função das férias escolares e das festas de Natal, Ano Novo e Carnaval.

No estado, conforme levantamento recente, os municípios com os maiores índices de acidentes são Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão, Maruim, Rosário do Catete, Itabaiana, Estância e Propriá, e por isso, receberão prioritariamente fiscalização reforçada na operação. As ações do programa poderão se estender a municípios que não são cortados por BR's.

O quê? Início da ''Operação Integrada Rodovida 2017/2018” - uma iniciativa governamental em que a PRF atua junto aos estados e seus municípios como indutora de políticas públicas voltadas a redução dos acidentes e mortes no trânsito.
Onde? Pontos estratégicos, com maiores índices de acidentes.
Quando? A partir dessa Sexta-feira, 22 de dezembro de 2017, até 18 de fevereiro de 2018.

Fonte e foto: ascom PRF.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir