Segunda, 23.Jul.2018



PM é morto com tiro na cabeça após assalto em Areia Branca

Capitão havia sido transferido para a reserva após 30 anos de serviço.


29/12/2017 10:27 - Atualizado em 29/12/2017 17:24
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

A Polícia Militar do Estado de Sergipe  divulgou a notícia da morte do capitão Adilson Bispo Nunes, 51 anos, que havia sido transferido para reserva há apenas três meses, depois de servir a sociedade sergipana por quase 30 anos.

As primeiras informações dão conta de que nessa quinta-feira, dia 28, o militar se encontrava na porta de sua residência, em Areia Branca, lavando o seu veículo, quando por volta das 23h, foi abordado por dois indivíduos armados numa caminhonete Nissan, de cor prata, que sabiam da condição de policial militar da vítima, e de forma agressiva solicitaram a arma do capitão.

Após entregar a arma, que se encontrava dentro do veículo, os elementos atingiram o capitão Nunes com um disparo em sua cabeça e se evadiram do local levando apenas a arma e a carteira com os documentos.

A Corporação, em luto, lamenta profundamente a perda brutal do nosso companheiro, solidariza-se com seus familiares e amigos, e está mobilizada no sentido de identificar e prender esses facínoras. Para isso, é muito importante a contribuição da sociedade, através do telefone 181, onde as pessoas podem exercer a sua cidadania, ajudando a polícia a retirar esses assassinos de circulação.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir