Segunda, 22.Jan.2018



UNDIME-SE repudia método de definição de notas do SINTESE

"O que vocês esperariam de uma entidade que se aproveita da categoria que diz representar para usar como trampolim político para seus maiores líderes?!".


29/12/2017 16:36
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

NOTA DE REPÚDIO DA UNDIME-SE (União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação Seccional Sergipe) ao método de definição de “notas” que o SINTESE insiste em querer dar aos gestores municipais de nosso Estado.

Caros colegas Dirigentes Municipais de Educação e Prefeitos de Sergipe, profissionais e abnegados que se doam DE VERDADE e diariamente na busca de engrandecermos a Educação pública nos municípios sergipanos...

Essa avaliação do PARTIDO POLÍTICO SINTESE (travestido de sindicato) não merece a credibilidade que lutam anualmente pra emplacar.

O que vocês esperariam de uma entidade que se aproveita da categoria que diz representar para usar como trampolim político para seus maiores líderes?! É só observarem a movimentação que o partido político Sintese já começa a fazer pra ir montando o palanque político-eleitoral de 2018 para seus pré-candidatos (eles já lançaram candidatos a tudo em Sergipe).

Começam assim... Inventaram essa avaliação anual (sem qualquer embasamento empírico que seja) pra gerar dúvidas nas populações menos informadas dos nossos municípios; publicam as Notas (sempre baixas praqueles municípios onde a classe tem menor contato ou simpatia com o prefeito ou com o secretário e mais amena para os que têm uma linha ideológico-partidária mais próxima da de seus representantes municipais - salvo exceções); iniciam/intensificam cobranças de coisas que eles já têm ciência plena de que os municípios não podem atender facilmente em função da situação financeira que todos atravessamos e que eles bem sabem também; logo eles começarão a agendar manifestações nos municípios, convocar paralisações e greves, tudo no intuito de levar a falsa impressão até à opinião pública de que este partido político chamado SINTESE tem alguma preocupação com a qualidade educacional oferecida aos nossos jovens e crianças! E junto com cada uma dessas manifestações, quem estarão à frente delas?! Os seus pré-candidatos, obviamente, como paladinos da “revolução” e do que é “certo”.

A Undime-SE repudia essa avaliação, feita por quem não tem a mínima isenção política de fazê-la, sem qualquer embasamento de estudos objetivos, feitos pela mera opinião pessoal de alguns privilegiados do movimento e que tem o único propósito de querer manchar o trabalho de quem tanto se dedica de verdade às causas educacionais e de trampolim político para os seus líderes.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir