Sexta, 19.Otu.2018



Oito suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Oliveira são mortos em confronto com a polícia

Outras três pessoas foram presas na ação da Polícia Civil de Sergipe que ocorre em municípios de Sergipe e Bahia.


18/05/2018 08:00 - Atualizado em 18/05/2018 08:18
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

Por G1-SE.

Na madrugada desta sexta-feira (18), três pessoas foram presas e outras oito morreram em confronto com a Polícia Civil de Sergipe em uma operação deflagrada para prender os suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Oliveira, executado a tiros na noite desta quarta-feira (4) dentro de um veículo em uma estrada do município de Porto da Folha (SE). A operação ocorreu nos estados de Sergipe e Bahia.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o operação foi coordenada pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), que se baseou nas informações checadas através do número 181 e investigação policial.

Ainda segundo a SSP, a ação contra o comandante da Caatinga mantém relação com um trabalho contra pistolagem na região Norte da Bahia e Alto Sertão de Sergipe. “A operação aconteceu em setembro de 2017 e prendeu um trio relacionado com o crime de pistolagem na Bahia, Sergipe e Alagoas e tinha como foco em Pedro Alexandre, na Bahia”, diz a nota.
 

O crime
 
O comandante do Pelotão da Companhia Especializada em Operações Policiais em Área de Caatinga (Ceopac), capitão Manoel Oliveira, foi executado a tiros na noite desta quarta-feira (4) dentro de um veículo em uma estrada do município de Porto da Folha (SE), Alto Sertão do Estado.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP), homens armados, em dois veículos Corolla, abordaram o oficial da PM e efetuaram vários disparos, próximo ao local onde fica a sede da unidade da Policia Militar.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir