Quarta, 17.Otu.2018



Reunião discute minimização da safra frustrada do milho em Sergipe

Encontro ocorreu em auditório no município de Itabaiana.


18/07/2018 00:51 - Atualizado em 18/07/2018 01:12
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

Por Ascom.

O pré-candidato a deputado federal, Bosco Costa (PR), reuniu prefeitos, agricultores, técnicos e empresários para debater sobre as questões climáticas que resultaram em prejuízos para a produção agrícola no estado de Sergipe. O bate papo ocorreu na noite de segunda-feira (16), e lotou o auditório da Zannix Brasil, no Shopping Peixoto, em Itabaiana.

O pré-candidato enfatizou a importância de buscar do enfrentamento da crise. “Acreditamos que agricultura deve ser tratada com prioridade, pois é um setor fundamental para o desenvolvimento da nossa economia. Também sou um homem do campo e, por conhecer os anseios do meu povo, me credencio como pré-candidato dessa categoria que tem todo o meu respeito”, destacou Bosco.

“O agricultor não pode ser penalizado pela falta de chuva. É preciso acelerar a visita técnica de inspeção por parte das instituições bancárias às plantações, para que dessa forma as lavouras sejam liberadas para o aproveitamento em silagem e, ao mesmo tampo garantir a concessão do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro)”, acrescentou.

Na reunião ainda foi discutido sobre a importância de lutar juntos aos municípios para decretação da “situação de emergência” nos municípios, para a garantia das reparações legais aos produtores rurais quanto ao cumprimento de seus compromissos com compradores e bancos financiadores, pois trata-se de um prejuízo provocado por questões climáticas.

O consultor da Secretaria de Agricultura de Itabaiana, Gleiton Medeiros, disse que diferente de 2016, este ano os agricultores tem a possibilidade de resolver o problema mais rápido. “Infelizmente nossos níveis pluviométricos de chuva estão muito aquém do esperado do ponto vegetativo da produção de milho, mas estamos unindo forças para superar essa adversidade”, relata.

A força do Milho em Sergipe

A cadeia produtiva do milho em Sergipe vem ascendendo nos últimos 15 anos. No ano passado, o estado superou as adversidades de 2016, produziu 800 mil toneladas de milho e se tornou o maior produtor do Nordeste. Mas este ano a irregularidade das chuvas provocou nova quebra de safra.

Nova reunião

Uma nova reunião foi agendada para a próxima quinta-feira, dia 19, às 19h, na M.Sobral New Holland no município de Itabaiana, com a presença do líder do Governo Federal, André Moura, além de gerentes das instituições bancárias.  


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir