Domingo, 24.Set.2017



Governo do Estado lança edital para contratação temporária de professores da Educação Profissional

Os profissionais selecionados estão vinculados à Diretoria Regional de Educação 08 e deverão trabalhar no Centro Estadual de Educação Profissional Governador Seixas Dória, no município de Nossa Senhora do Socorro, ministrando aulas na área de saúde.


24/07/2017 21:39
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, abre processo seletivo para contratação de professores e formação de cadastro de reserva para desenvolver atividades de Educação Profissional de Sergipe, especificamente no Centro Estadual de Educação Profissional Governador Seixas Dória, no município de Nossa Senhora do Socorro.

Serão disponibilizadas 19 vagas. Poderão participar do processo seletivo profissionais com bacharelado, licenciatura ou formação tecnóloga em Enfermagem (8 vagas), Administração (2 vagas), Ciências Contábeis (1 vaga), Segurança do Trabalho (2 vagas), Estatística (1 vaga), Engenharia Ambiental (2 vagas), Informática (2 vagas) e Nutrição (1 vaga).

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o portal www.seplag.se.gov.br , no qual constam o edital, a ficha de inscrição online e os procedimentos necessários à sua efetivação e upload da documentação. O período de inscrições pela internet vai de 28 de julho a 02 de agosto. A inscrição pela internet estará disponível ininterruptamente, desde as 10 horas do primeiro dia até às 17 horas do último dia de inscrição.

O resultado final será divulgado no dia 29 de agosto e a divulgação do resultado definitivo está marcado para o dia 05 de setembro. Já a convocação para entrega e conferência de documentos dos candidatos aprovados dentro do número de vagas do edital será o período de 11 de setembro ao dia 15 de setembro de 2017.

Carga horária e remuneração

A carga horária mensal do servidor contratado, observada a necessidade da unidade de ensino onde o candidato selecionado for lotado, poderá ser de 125, 160 ou 200 horas.

No desempenho da carga horária de 200 horas, o vencimento será de R$ 3.128,32; com a carga horária de 160 horas, o vencimento mensal será de R$ 2.574,66 e com a carga horária de 125 horas, o vencimento será de R$ 2.011,45.

Conforme parecer da Procuradoria Geral do Estado, o cargo de Educador Profissional não faz parte da carreira do Magistério. A remuneração não sofrerá reajuste quando este ocorrer para a referida carreira. Pelo mesmo motivo, segundo o edital, não cabe ao referido cargo, o pagamento de Gratificação de Interiorização.

Por ASN.


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir