Sexta, 22.Set.2017



Justiça determina interdição do matadouro de Itabaiana

Trabalhadores realizam protesto em rodovia após o fechamento.


07/08/2017 15:15 - Atualizado em 07/08/2017 15:56
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

O matadouro da cidade de Itabaiana foi interditado nesta segunda-feira, dia 07, pela Administração Estadual do Meio-Ambiente (ADEMA). O órgão atendeu uma determinação da Juíza de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Itabaiana. A prefeitura vai recorrer da decisão.

O Ministério Público do Estado de Sergipe pediu desde 2005 a interdição em decorrência de adequações que deveriam ser realizadas no espaço e agora a Justiça determinou o fechamento. O matadouro permanecerá fechado até que as obras de adequação sejam finalizadas. No local são abatidos acerca de mil animais por semana e gera cerca de três mil empregos diretos e indiretos na região.

Trabalhadores que atuam no Matadouro protestam bloqueando a Rodovia Manoel Francisco Teles, que liga Itabaiana a Moita Bonita.

A Adema esclarece que, por meio de Ação Civil Pública, o Ministério Público autuou o Estado de Sergipe e o Município de Itabaiana, determinando-lhes medidas imediatas sobre o matadouro.  Ao Estado, devido à ordem judicial, coube a interdição do espaço.

Expedida pela promotora de Itabaiana, Cláudia Calmon, a decisão afirma que o matadouro de Itabaiana oferece risco concreto à saúde da população e dano ambiental, decorrente da não obediência às condições adequadas de salubridade e higiene.
Segue o trecho da decisão:

“(...) o representante do Ministério Público constatou que o matadouro do Município não possuía condições mínimas de funcionamento e de higiene para o abatimento de animais, asseverando ainda que na parte interna do imóvel não contém estrutura em quaisquer de suas etapas (...)”, diz a Ação Judicial de número 201452101419.

 


Compartilhar no Whatsapp
Imprimir