Sexta, 17.Nov.2017



“Negão” vence peemedebista em eleição suplementar para Governador

Pleito suplementar aconteceu após cassação do titular.


28/08/2017 09:19
Compartilhar no Whatsapp
Imprimir

O Estado do Amazonas tem novo governador eleito. Trata-se do veterano Amazonino Mendes (PDT), 77 anos, conhecido no estado pelo apelido de “Negão” e que foi eleito nesse domingo (27), em um pleito suplementar convocado após a cassação de José Melo (PROS). O “Negão” obteve 59,21% dos votos contra 40,79% do adversário, o senador Eduardo Braga (PMDB). É a quarta vez que ele ocupará o cargo no estado.

Das 6.680 urnas eletrônicas disponibilizadas em todo o estado, 26 precisaram ser substituídas sem prejuízos para o pleito. A taxa de abstenção no segundo turno ficou em 25,82%, ou seja, quase 604 mil eleitores deixaram de votar. O resultado é superior ao registrado no primeiro turno, quando mais de meio milhão de pessoas não compareceram às urnas. Os votos brancos correspondem a 4,06% e os nulos, a 19,73%. Cerca de 2,3 milhões de cidadãos amazonenses estavam aptos a votar nessa eleição.

A diplomação está marcada para o dia 02 de outubro e o pedetista terá um mandato de 15 meses. Amazonino também é conhecido como o “imperador do Norte”, pelo poder político acumulado em décadas no comando do governo do estado, da prefeitura de Manaus e como senador, o septuagenário cacique vai poder tentar reeleição para o cargo em 2018.

Com informações da Agência Brasil

Drogaria_rezende

Compartilhar no Whatsapp
Imprimir